quinta-feira, 21 de outubro de 2010

Da cor da canela






Da cor da canela


Lá vai a morena bonita!

Caminha na areia, ligeira e dengosa.

Leva no corpo a cor do pecado e planta sorrisos nos seus caminhos.

Esconde o desejo nos cachos do cabelo, enquanto se lava no azul do mar.

Há nela uma beleza doce e feiticeira, serena como a água de um rio.

Morena da cor da canela e lábios de mel, é pura sedução!

Traz abraços e beijos no colo; no peito leva saudade e sonhos.

No calor dos seus olhos há remédio para qualquer dor.

Brinca com o vento na maré vazia e o sol rende-se à sua beleza de mulher-menina, quando a vê sereia, deitada na areia.

Cigana que dança no mar e encanta os peixes com a sua canção.

De flor no cabelo, lá está a morena bonita na praia, à espera que a lua chegue para lhe dar um beijo.


11 comentários:

  1. Bem-vinda!

    Que agradável surpresa!... Meu dia ficou mais amarelinho... :)

    A música é linda e as palavras... Faziam falta, muita falta, à minha "mania" de pintar o mundo.

    Um beijo!

    ResponderEliminar
  2. Uma morena assim, canela, deitada no azul do mar no colo da lua... bela imagem que desperta sentidos.

    ResponderEliminar
  3. -Morena da cor da canela e lábios de mel, é pura sedução!-

    Este texto também é uma sedução! E eu quero uma morena assim!

    FC

    ResponderEliminar
  4. Olá!
    Linda, a música, o poema e a morena!!!
    E há quanto tempo nos deixas pendurados, sem nada publicado? Excelente regresso, parabéns!
    Bjs

    ResponderEliminar
  5. Olá amiga

    É bom saber-te por cá, excelente escolha

    Beijinho

    ResponderEliminar
  6. Que imagens lindas nos trazes aqui!
    Dá vontade de lá estar a observar esta morena.
    Quanto à música, bem, é mesmo linda!

    Beijo
    Ana

    ResponderEliminar
  7. Passei para desejar um Ano Novo bem feliz!!!
    Saúde e paz
    bjs

    ResponderEliminar
  8. Tive que me ausentar por um tempo e de certa forma valeu...pois fiz algumas mudanças no Wallarte, trazendo algumas novidades, q/modéstia parte ficou maravilhoso.
    Espero contar com sua presença que para mim é mto importante.
    Quero agradecer pela mensagem deixada no Wallarte, te desejo tb tudo de melhor.
    Adorei a postagem.
    Bjos.
    WaleriaLima

    ResponderEliminar
  9. Moro no Palácio da ilusão…
    Não sou Antero, não sou vil ladrão
    Sou um poeta menor
    Sou pena rasgando a palma da mão

    Sou, serei demiurgo de uma comédia de enganos
    Actor largado para lá do proscénio
    Uma peça que sei ninguém entende
    Um simples sonhador disfarçado de génio

    Doce beijo

    ResponderEliminar